sexta-feira, outubro 10, 2008

Foge que o bicho morde


Sempre me disseram que era o ouro negro que movia o mundo mas com a cotação do barril Brent sempre a subir a malta já se começa a virar para meios bem mais alternativos.
Vejo que anda meio mundo apaixonado a tentar que o outro meio se apaixone por ele!
Apenas bastou uma voltita pelas redondezas e saltam logo à vista posts sobre “l’amour”, gajos estupidamente apaixonados que vomitam vídeos a precisar de um fiozinho de azeite, poemas de lágrima no canto do olho e (pasmem-se) rosas vermelhas; mulheres a morrerem de tédio pela vida celibatária a que se obrigam (mas as quais se acham o máximo pela opção forçosamente tomada), e putas assumidamente frontais na condição mundana do seu dia-a-dia (devem ser as únicas que admiro a sua frontalidade, sem rodeios). A estes e mais uns quantos vou denotando, aqui e ali, um odor que mal consigo identificar…
Não porque levem à letra os conselhos da Fundação Portuguesa de Cardiologia e se empanturrem de ómega 3 e pratiquem todos os dias jogging, não mesmo! Odor porque todos eles transpiram como se tivessem acabado de participar numa corrida de équideos mas sem o jokey! Adiante, de uma forma ou de outra, estão a cuidar dos males do coração… mas não seria bem melhor se deixassem de fumar? Poupavam nos dentes amarelos!
E quem já não teve amigos próximos que se deixaram levar pela cantiga? Eu já! Antes preferia que tivesses levado com o tal barril bem no meio da cabeça; doía mas não matava e ainda os tinha aqui comigo! Ficaram aparvalhados e agora todos os serões são passados de mantinha a cobrir os joelhos e comando na mão, todos anseiam pela noite mais excitante da semana, o programa da Teresa Guilherme! Dizem eles que dormem com os pés aconchegados mas não vejo nisso qualquer motivo de orgulho, todos os dias é muito martírio para os joanetes! Nada mais acrescento as suas opções de vida mas relembro com saudades o tempo em que a turma se reunia até altas horas… e não era para vermos um asno supostamente ligado a um polígrafo a confessar que já deu à esposa uma carga de lenha!
Raio de bicho lhes foi morder!

“Livin' my life in a slow hell
Different girl every night at the hotel
I ain't seen the sun shine in 3 damn days
Been fuelin' up on cocaine and whisky
Wish I had a good girl to miss me
Lord I wonder if I'll ever change my ways”





10 Comments:

At 10 de outubro de 2008 às 17:43, Blogger _E se eu fosse puta...Tu lias?_ said...

Sarava!


Isto lembrou-me um almoço que discutíamos os prós e contras de se namorar;)

Agora deves andar com amnésia... também tu já sofreste de males de amor e de enamoramento! Remember??!!

Quanto ao fumar... eu não tenho dentes amarelos!! :D


E continuo estupefacta com tanta sede de escrita!


beijo no queijo

 
At 10 de outubro de 2008 às 17:53, Blogger Simplesmente Eu said...

Senhor Abade,
Confesso-lhe que adorei ter lido o seu blog! Como já lhe disse, escreve muito bem, sim senhor!
;-)
beijocas

 
At 10 de outubro de 2008 às 18:09, Blogger abade elias said...

Saravá!

Dona puta, o abade não está aqui para ferir susceptibilidades e cada qual toma a água benta que quiser!
Pode ser que tomada com moderação branquei o sorriso... a quem precisar, lá está! :D

Obrigado pelas assíduas visitas, tem sido a mais fiel paroquiana!
Beijo na bunda.


Simplesmente tu,
Obrigado pela visita e seja bem vinda à paróquia!
Não falte à missa dominical que a alma também precisa de tratamento.
Bjoka

 
At 13 de outubro de 2008 às 23:16, Blogger ivone said...

e ámen!

assim seja a vossa vontade. e quem nunca pecou que cuspa primeiro. ups enganei_me. que atire a primeira pedra. seja feita a vossa vontade. deles claro. a minha é literalmente oposta. tipo zeca afonso. "a formiga no carreiro vai em sentido contrário.

 
At 20 de outubro de 2008 às 23:06, Blogger Araponga said...

Gostaria muito de pertencer à sua Paroquia, sou um pecador inveterado... está na altura de me converter, na sua Paroquia acho que encontrarei o meu caminho...
Muito obrigado Abade Elias, espero com muita ansiedade merecer a sua bênção...

 
At 28 de dezembro de 2008 às 05:02, Blogger Araponga said...

Sr. Abade faça as portas maiores... Araponga n consegue entrar na sua Paroquia, tem uma porta muito apertadinha... n passa com a trave... é uma cruz que carrego, bem pesada...

 
At 9 de fevereiro de 2009 às 17:19, Blogger _E se eu fosse puta...Tu lias?_ said...

Sarava!

Tens desafio no meu blog!

beijinhos mil

 
At 11 de abril de 2009 às 16:22, Blogger Aquela que posso ser. said...

Descobre.

 
At 12 de abril de 2009 às 01:14, Blogger Aquela que posso ser. said...

ai pipoka miguel!!

 
At 12 de abril de 2009 às 01:31, Blogger abade elias said...

Só tu... pipoka Isabel!

 

Enviar um comentário

<< Home